Lançamentos

Robert Downey fala sobre alívio por perder Oscar há 30 anos

todayjaneiro 30, 2024

Fundo
share close

Robert Downey, acaba de receber sua terceira indicação ao Oscar na carreira, desta vez, como Ator Coadjuvante, em sua atuação em “Oppenheimmer”, filme de Christopher Nolan. Vários especialistas veem Downey como favorito ao prêmio, já que o ator ganhou a mesma categoria no Globo de Ouro e no Critics’ Choice Award, além de indicações no BAFTA Film Awards e no Screen Actors Guild Awards.

Independente de qualquer coisa, Downey acredita estar em melhor forma para receber o Oscar, pelo menos melhor do que na indicação de 1993.

Foto: reprodução

Conforme a Variety, Robert Downey diz que ganhar o Oscar de melhor ator em 1993 seria a pior coisa de sua carreira. Na época, Downey atuou como Charlie Chaplin, em “Chaplin”. “Eu era jovem e louco, uma vitória ao Oscar aos 28 anos teria me deixado com a impressão de que estava no caminho certo”. Nesta indicação, Robert Downey perdeu o Oscar de Melhor Ator para Al Pacino, com Perfume de Mulher.

Após sua primeira indicação ao Oscar, Downey teve problemas com a lei, envolvimento com drogas e até mesmo foi preso. “A pior coisa que aconteceu comigo”, disse Downey ao podcast Armchair Expert.

Além disso, em 2008, após o papel de Homem de Ferro, a carreira do ator começou a tomar novas projeções, o artista ficou mais de dez anos no pepel. Encerrando em Vingadores: Ultimato.

Antes do filme de Christopher Nolan, o artista em 2009, foi indicado ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante, por Trovão Tropical, longa dirigido por Ben Stiller. Downey perdeu para Heath Ledger, por Batman: O Cavaleiro das Trevas.

Oppenheimer lidera as indicações ao Oscar, são 13 honrarias.

Foto: reprodução

Leia mais:

Escrito por Dri Teló

Rate it

A RÁDIO ATLÂNTIDA

A maior geradora multiplataforma de inovação e conteúdo jovem de Santa Catarina e a melhor vibe do FM!

SINTONIZE

Ouça a rádio da sua vida

QUERO ANUNCIAR!