Música

Vocalista do Green Day acha “muito legal” ser “ícone bissexual”

todayjaneiro 22, 2024

Fundo
share close

Recentemente, o vocalista do Green Day, Billie Joe Armstrong, tem abordado de maneira direta e franca questões relacionadas à homofobia, transfobia e diversas formas de discriminação. Na nova música da banda, ‘Bobby Sox’, os músicos cantam “Do you wanna be my girlfriend? Do you wanna be my boyfriend?”.

Foto: Reprodução

Além disso, recentemente Billie Joe afirmou que o pânico moral em torno de questões trans é um desafio associado a “mentes fechadas”. Ainda sobre as questões LGBTQIA+, Armstrong assumiu sua bissexualidade pela primeira vez em 1995.

Bissexual & Casado

Agora, em entrevista para a revista People, o cantor disse: “Acho muito legal que alguém me chame de ícone bissexual. Já vi isso antes. Eu fico tipo, ‘É isso!’. Sendo um integrante da Geração X, sinto que houve uma semente que foi plantada na época nos anos 1990 quando surgimos, onde os homens estavam descobrindo mais de estar com outros homens e ser bissexual”. As falas foram retiradas do site NME.

“É muito mais complexo agora, no que diz respeito à sexualidade. Você fica tipo, ‘Uau, realmente percorremos um longo caminho.’ Mesmo que isso ainda seja visto como um tabu, acho que as pessoas agora são muito mais corajosas do que nunca. Acho que as pessoas estão muito mais abertas agora”.

Mas, diferentemente do que muito dizem, o cantor não deixou de ser bissexual por estar casado com uma mulher! Isso porque o vocalista do Green Day afirmou que, mesmo casado e com filhos, não deixa de ser bissexual.

Leia mais:

Escrito por Marina Soares

Rate it

A RÁDIO ATLÂNTIDA

A maior geradora multiplataforma de inovação e conteúdo jovem de Santa Catarina e a melhor vibe do FM!

SINTONIZE

Ouça a rádio da sua vida

QUERO ANUNCIAR!